O Dom da Luz

Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida. (João 8:12)

Jesus veio dar luz a um mundo obscuro.

Leitura: João 8:12-20.

O Dom da Luz

            Sir Christopher Wren projetou e construiu mais de 50 igrejas em Londres no final do século 17. O estilo de seu projeto tinha duas características proeminentes – a primeira delas eram os campanários fortes e altos. A segunda, no entanto, era mais profunda. Wren estava convencido de que todas as janelas em suas igrejas precisavam ter vidro transparente em contraste aos vitrais coloridos tão populares nas igrejas daquela época. Em parte, o seu motivo para a escolha do vidro transparente está em suas palavras: “O maior presente de Deus ao homem é a luz”. Permitir que a luz banhasse as pessoas enquanto elas adoravam era, para Wren, uma celebração deste presente.
            No relato do livro de Gênesis, no primeiro dia da criação Deus fez a luz (Gênesis 1:3). A luz que Deus criou é muito mais do que simplesmente um meio de enxergar. É uma imagem do que Cristo trouxe quando veio a este mundo obscuro. No livro de João 8:12, o nosso Senhor disse: “… Eu sou a luz do mundo: quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida”. Para o seguidor de Cristo, a luz é um dos grandes lembretes do caráter do nosso Salvador e da qualidade de vida que Ele nos deu por meio de Seu sacrifício na cruz.
            Wres estava certo. A luz é o maior presente de Deus ao homem – Jesus Cristo, a luz do mundo!

FONTE:
William E. Crowder

copyright © . all rights reserved. designed by Color and Code

grid layout coding by helpblogger.com