MENU

terça-feira, 30 de abril de 2013

USA FOR AFRICA - We Are The World

USA FOR AFRICA - We Are The World

segunda-feira, 29 de abril de 2013


Derrotas são resultados, mesmo que não sejam os resultados esperados. Elas não acontecem são criadas, elas mostram que alguma coisa foi realizada de um jeito errado.

É fundamental não repetir os erros que os outros já cometeram não desperdice seu tempo num esforço a toa Não gaste seu tempo inventando a roda, aproveite os erros dos outros. Se for cometer erros pelo menos cometa erros novos.
O campeão tem fascínio por novas conquistas, não para receber novos aplausos, mas sim para conhecer sua força. A acomodação é o ultimo estágio antes da morte, estar vivo é estar em crescimento permanente e crescer dá trabalho, por isso muitos não passam da mediocridade.

Crescer não é para covarde,o campeão sabe que novas conquistas são resultados de novos aprendizados.

Não abra mão do que é importante para você, temos que Ter a idéia de que criamos nossos resultados em um ambiente competitivo, temos que estar atento ao time adversário e saber que ele tem o mesmo objetivo que o nosso, que ele vai tentar anular nossas melhores jogadas, explorar nossos pontos fracos e tentar de todas as formas superar nossa equipe.
O campeão em vez de reclamar ele trabalha, planeja suas jogadas testa experiências novas, sua a camisa a cada minuto para conseguir vencer. Sabe que sua conquista depende dos resultados que obtiver. 

Não tem ódio de seus adversários. Admira suas qualidades, aprende com eles e tem um prazer indescritível em superá-los.
Está na hora de pensar que na verdade estamos todos apostando uma corrida em que todos querem ser os primeiros e que não existe outro jeito a não ser nos prepararmos para ela.

O PRAZER DE SER BOM É A MAIOR RECOMPENSA QUE O CAMPEÃO PODE RECEBER.

Portanto concentre-se no seu treino. Se nos damos por inteiro vamos Ter resultados por inteiro.

Derrotas

sexta-feira, 26 de abril de 2013

titulo:
mensagem:

CURIOSIDADES DO MEIO LITERÁRIO... 

O escritor Wolfgang Von Goethe escrevia em pé. Ele mantinha em sua casa uma escrivaninha alta.

O escritor Pedro Nava parafusava os móveis de sua casa a fim que ninguém os tirasse do lugar.

Gilberto Freyre nunca manuseou aparelhos eletrônicos. Não sabia ligar sequer uma televisão. Todas as obras foram escritas a bico-de-pena, como o mais extenso de seus livros, Ordem e Progresso, de 703 páginas.

Euclides da Cunha, Superintendente de Obras Públicas de São Paulo, foi engenheiro responsável pela construção de uma ponte em São José do Rio Pardo (SP). A obra demorou três anos para ficar pronta e, alguns meses depois de inaugurada, a ponte simplesmente ruiu. Ele não se deu por vencido e a reconstruiu. Mas, por via das dúvidas, abandonou a carreira de engenheiro.

Machado de Assis, nosso grande escritor, ultrapassou tanto as barreiras sociais bem como físicas. Machado teve uma infância sofrida pela pobreza e ainda era míope, gago e sofria de epilepsia. Enquanto escrevia Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado foi acometido por uma de suas piores crises intestinais, com complicações para sua frágil visão. Os médicos recomendaram três meses de descanso em Petrópolis. Sem poder ler nem redigir, ditou grande parte do romance para a esposa, Carolina.

Aluísio de Azevedo tinha o hábito de, antes de escrever seus romances, desenhar e pintar, sobre papelão, as personagens principais mantendo-as em sua mesa de trabalho, enquanto escrevia.

José Lins do Rego era fanático por futebol. Foi diretor do Flamengo, do Rio, e chegou a chefiar a delegação brasileira no Campeonato Sul-Americano, em 1953.

Aos dezessete anos, Carlos Drummond de Andrade foi expulso do Colégio Anchieta, em Nova Friburgo (RJ), depois de um desentendimento com o professor de português. Imitava com perfeição a assinatura dos outros. Falsificou a do chefe durante anos para lhe poupar trabalho. Ninguém notou. Tinha a mania de picotar papel e tecidos. "Se não fizer isso, saio matando gente pela rua". Estraçalhou uma camisa nova em folha do neto. "Experimentei, ficou apertada, achei que tinha comprado o número errado. Mas não se impressione, amanhã lhe dou outra igualzinha."

Numa das viagens a Portugal, Cecília Meirelesmarcou um encontro com o poeta Fernando Pessoa no café A Brasileira, em Lisboa. Sentou-se ao meio-dia e esperou em vão até as duas horas da tarde. Decepcionada, voltou para o hotel, onde recebeu um livro autografado pelo autor lusitano. Junto com o exemplar, a explicação para o "furo": Fernando Pessoa tinha lido seu horóscopo pela manhã e concluído que não era um bom dia para o encontro.

Érico Veríssimo era quase tão taciturno quanto o filho Luís Fernando, também escritor. Numa viagem de trem a Cruz Alta, Érico fez uma pergunta que o filho respondeu quatro horas depois, quando chegavam à estação final.

Clarice Lispector era solitária e tinha crises de insônia. Ligava para os amigos e dizia coisas perturbadoras. Imprevisível, era comum ser convidada para jantar e ir embora antes de a comida ser servida.

Monteiro Lobato adorava café com farinha de milho, rapadura e içá torrado (a bolinha traseira da formiga tanajura), além de Biotônico Fontoura. "Para ele, era licor", diverte-se Joyce, a neta do escritor. Também tinha mania de consertar tudo. "Mas para arrumar uma coisa, sempre quebrava outra."

Manuel Bandeira sempre se gabou de um encontro com Machado de Assis, aos dez anos, numa viagem de trem. Puxou conversa: "O senhor gosta de Camões?" Bandeira recitou uma oitava de Os Lusíadas que o mestre não lembrava. Na velhice, confessou: era mentira. Tinha inventado a história para impressionar os amigos. Foi escoteiro dos nove aos treze anos. Nadador do Minas Tênis Clube, ganhou o título de campeão mineiro em 1939, no estilo costas.

Guimarães Rosa, médico recém-formado, trabalhou em lugarejos que não constavam no mapa. Cavalgava a noite inteira para atender a pacientes que viviam em longínquas fazendas. As consultas eram pagas com bolo, pudim, galinha e ovos. Sentia-se culpado quando os pacientes morriam. Acabou abandonando a profissão. "Não tinha vocação. Quase desmaiava ao ver sangue", conta Agnes, a filha mais nova.

Mário de Andrade provocava ciúmes no antropólogo Lévi-Strauss porque era muito amigo da mulher dele, Dina. Só depois da morte de Mário, o francês descobriu que se preocupava em vão. O escritor era homossexual.

Vinicius de Moraes, casado com Lila Bosco, no início dos anos 50, morava num minúsculo apartamento em Copacabana. Não tinha geladeira. Para aguentar o calor, chupava uma bala de hortelã e, em seguida, bebia um copo de água para ter sensação refrescante na boca.

José Lins do Rego foi o primeiro a quebrar as regras na ABL, em 1955. Em vez de elogiar o antecessor, como de costume, disse que Ataulfo de Paiva não poderia ter ocupado a cadeira por faltar-lhe vocação.

Jorge Amado para autorizar a adaptação de Gabriela para a tevê, impôs que o papel principal fosse dado a Sônia Braga. "Por quê?", perguntavam os jornalistas, Jorge respondeu: "O motivo é simples: nós somos amantes." Ficou todo mundo de boca aberta. O clima ficou mais pesado quando Sônia apareceu. Mas ele se levantou e, muito formal disse: "Muito prazer, encantado." Era piada. Os dois nem se conheciam até então.

O poeta Pablo Neruda colecionava de quase tudo: conchas, navios em miniatura, garrafas e bebidas, máscaras, cachimbos, insetos, quase tudo que lhe dava na cabeça.

Vladimir Maiakóvski tinha o que atualmente chamamos de Transtorno Obsessivo-compulsivo (TOC). O poeta russo tinha mania de limpeza e costumava lavar as mãos diversas vezes ao dia, numa espécie de ritual repetitivo e obsessivo.

A preocupação excessiva com doenças fazia com que o escritor de origem tcheca Franz Kafka usasse roupas leves e só dormisse de janelas abertas para que o ar circulasse -, mesmo no rigoroso inverno de Praga.

O escritor norte-americano Ernest Hemingwaypassou boa parte de sua vida tratando de problemas de depressão. Apesar da ajuda especializada, o escritor foi vencido pela tristeza e amargas crônicas. Hemingway deu fim à própria vida com um tiro na cabeça.

CURIOSIDADES DO MEIO LITERÁRIO...

Animo

segunda-feira, 22 de abril de 2013


pessimista
Todo pessimista não tem esperança, sossego e descanso.
Isaías 30:15 “15 Porque assim diz o Senhor DEUS, o Santo de Israel: Voltando e descansando sereis salvos; no sossego e na confiança estaria a vossa força, mas não quisestes.

A palavra de Deus nos ensina que o sossego da tua vida esta na confiança.
A palavra de Deus esta nos ensinando algo muito importante.
A palavra nos ensina que não devemos cometer o pecado do pessimismo.
Porque o pessimismo nos leva para a destruição.
O pessimismo é contagiante muito mais que o otimismo.
Porque as dúvidas da vida são grandes.
Nós podemos termos problemas. Matamos vários leões por dia.
E isso poderá nos levar ao pessimismo e isso é contagiante.
Marido e mulher pessimista contagiam filhos.
Lideres pessimista contagiam seus discípulos e ai então o crescimento do pessimismo é descontrolado.
E é por isso que você vê em uma casa todos pessimistas, algo contagiante.
Quando você corrige isso em você esta abençoando todos da sua família.
E assim esta criando filhos equilibrados.
É importante mudar porque o pessimismo e derrota estão na mesma direção.
Na direção dos derrotados estão os pessimistas antecipados.
Pessimismo e derrotados caminham para a mesma direção da vida.
Todo pessimista vai à derrota.
Se você é pessimista a derrota esta lhe esperando.
E como é contagiante. Todo derrotado vive cercado de derrotados.
Marido derrotado leva mulher derrotada.
Casais derrotados levam filhos derrotados.
Se tiver alguém derrotado na sua família rompa isso na sua vida.
Amigos derrotados levam os outros derrotados.
Você pode tentar ajudar um derrotado mas se ele não quer sair rompa com ele.
Então saiba escolher as suas amizades.

Porque ou você o influencia um derrotado senão será influenciado pelo derrotado.
Essas coisas contaminam a nossa vida.
Você precisa deixar de ser pessimista e não é somente na boca.
O pessimismo começa na mente.
Então, você tem que trabalhar a mente e depois vai à boca.
Mentalidade pessimista nunca tem esperança de nada.
Todo pessimista suspeita de tudo e todos.
O pessimista não acredita na vitória.
Você precisa ser menos fatalista.
Pessimismo e fatalidade caminham juntos.
Todos pessimistas só veem fatalidades, tragédias e destruição.
Para eles tudo vai acabar mal.
O pessimismo virá doença.
Pequenas coisas para o pessimista tornam-se grandes problemas.
E com isso o pessimista não tem sossego porque ele não tem esperança.
A esperança da nossa conversão em Cristo porque o Senhor Jesus é fonte de esperança, sossego e equilíbrio.
Na história de Israel teve momento de pessimismo. Um deles foi quando os espias voltam da terra prometida pessimista.
Apenas dois disseram venceremos e todos os outros foram pessimistas e derrotados.
E influenciaram o resto do povo e por isso ficaram quarenta anos vagando pelo deserto.
Você está sendo pessimista ou confiante?
A palavra de Deus nos ensina muito sobre pessimismo.
Jesus não é uma palavra de autoajuda, mas sim de confiança.
Você tem ou não tem confiança.
Todos nós temos ou passaremos por problemas.
Devemos aprender que problemas é diferente de fatos.
Você precisa aprender eu tenho um problema ou um fato?
Se você tem um problema de saúde e perdeu alguma coisa deve adaptar-se a ela.
Não é chorar e murmurar e sim adaptar-se a ele.
Ninguém morre por causa de fato é preciso adaptar-se a ele.
Ao entender problemas e fatos lhe ajudará a não ser pessimista
Para de chorar e pense o que tem que fazer para estar de acordo com essa nova realidade.
Se você perdeu alguém da família é fato.
Perdeu o amado fato consumado como administrar o fato.
Mas nunca deve entrar no pessimismo.
Fatos não devem chegar o pessimismo.
Se você perdeu o emprego é um fato.
A vida continua então respira. Tenha fé em Deus acorda cedo e vá procura de outro.
No fato não tem pessimismo, mas tem adaptação.
E o problema?
É uma questão de paciência e tolerância em saber que daqui a pouco tudo mudará.
Então o pessimismo nas duas situações é indispensável.
Ore ao Senhor para que lhe de inspiração, direção, sabedoria para resolver o seu problema.
Não destrua a sua vida por causa de problemas. Busque ao Senhor e tenha fé que tudo será resolvido.
Se você esta vivendo um problema não tenha medo de nada. Creia no Senhor Jesus.
Não piore o teu problema com o pessimismo.
Nunca diga que o teu problema o levará a falência a destruição.
Não morra pelos seus problemas.
Se o seu amado ou amada foi embora problema, mas não devemos ir a tragédia.
Porque pode levar você a perder o sossego.
Fazendo isso na tua conversão não tem esperança, sossego por ser pessimista.
2 Coríntios 4:17-18 “17 E essa pequena e passageira aflição que sofremos vai nos trazer uma glória enorme e eterna, muito maior do que o sofrimento. 18Porque nós não prestamos atenção nas coisas que se vêem, mas nas que não se vêem. Pois o que pode ser visto dura apenas um pouco, mas o que não pode ser visto dura para sempre.”

Porque a palavra de Deus nos ensina momentâneo?
Porque todo problema é momentâneo.
Mas muitos fazem do problema um terror.
Se hoje tem um problema, mas amanhã será abençoado.
Se você não esta bem hoje se lembre de que é um problema momentâneo.
Por isso que quando o casal brigar deve ficar de bem antes que o sol se ponha.
Devemos divergir com a esposa e vice-versa, mas isso dever ser momentâneo.
Deve preparar-se para conviver com aquilo que não tem jeito e ficar em paz.
Isaias 61:11 O Senhor Deus me deu o seu Espírito, pois ele me escolheu para levar boas notícias aos pobres. Ele me enviou para animar os aflitos, para anunciar a libertação aos escravos
  a liberdade para os que estão na prisão.”
Pessimismo é uma prisão, mas a palavra de Deus nos ensina que o Espírito do Senhor Jeová esta sobre nós.
Ele nos ungiu para confiança e esperança.
Ninguém esta ungido para ser pessimista derrotado.
Se você esta pessimista isso é um desvio.
Se o Espírito de Deus esta sobre nós podemos todas as coisas.
Podemos estar com um problema financeiro, uma doença, mas o Espírito do Senhor esta sobre nós.
E o futuro será abençoado e vitorioso.
O Espírito do Senhor esta sobre nós e as bênçãos estão por vir porque a unção de Deus esta sobre a nossa vida.
Aprenda a se adaptar com os fatos não desespere por nada na vida.
Quando Jesus estava na cruz disse Pai não me tire desse propósito.
No inferno todos bateram palmas e disseram agora o problema virou fato.
Mas o Senhor voltou ressuscitado. Ele sabia que não tinha ninguém que o impedia da ressurreição.
Diga: O meu problema vai ressurgir à solução.
Se alguém tirou lhe alguma coisa tenha fé que o Senhor devolverá tudo em dobro.
Todo o seu problema se resolverá.
Para o Senhor não existe problema, só sua mente cansada e pessimista que pensa na derrota.
Romanos 8:30“30 Assim Deus chamou os que havia separado. Não somente os chamou, mas também os aceitou; e não somente os aceitou, mas também repartiu a sua glória com eles.”
Quem nos separará do amar de Cristo?
Tem problemas e fatos que tem lhe separado de Cristo.
Os problemas nunca devem lhe afastar do Senhor.
Os problemas existem a todo o momento, mas o Senhor é nossa vitória.
Quem te separará do amor de Cristo?
As doenças, os problemas financeiros vão lhe separar do amor de Cristo?
Nada pode separar você do amor de Cristo.
Todos nós temos problemas, mas nunca devemos ser pessimista derrotado.
Descanse, equilibrem-se na confiança, esperança e fé em Deus.
Descanse debaixo do amor e da graça da sombra do Onipotente de Deus.
Pessimismo saia da tua vida agora em Nome do Senhor Jesus.
Essa é a mensagem de Deus para tua vida.
Deus te deu 24 horas no dia, então repasse essa mensagem para outras pessoas.
Vamos semear!

pessimista


"Primeiramente dou graças ao meu Deus por Jesus Cristo..." Romanos 1.8
 
Essa é uma história de um fazendeiro bem sucedido.
 
Ano após ano ele ganhava o troféu "MILHO GIGANTE" na Feira de Agricultura do seu município.

Chegava na Feira com a amostra do milho e saía vencedor com uma faixa azul recobrindo seu peito.

O milho que produzia era melhor a cada ano.
 
Numa dessas ocasiões, uma repórter do jornal, ao abordá-lo após a já tradicional colocação da faixa ficou intrigado com a informação dada pelo entrevistado sobre como costumava cultivar o seu qualificado
e valioso produto.
 
O repórter descobriu que o fazendeiro compartilhava a semente do milho gigante com os vizinhos.
 
Indagou o repórter: - Como você pode se dispor a compartilhar a sua melhor semente com seus vizinhos, quando eles estão competindo com você a cada ano?
 
O fazendeiro pensou por um  instante e  respondeu: - Você não sabe? O vento carrega o pó do milho maduro de um campo para o outro.
Se meus vizinhos cultivarem um milho inferior, a polinização degrará continuamente a qualidade da minha plantação.
Se eu quiser cultivar um milho bom, eu tenho que ajudar os meus vizinhos a também cultivarem um milho bom.
 
Moral da História:
A produção do milho do fazendeiro não poderia melhorar se a do vizinho também não tivesse sua qualidade melhorada.
 
Isto vale para qualquer dimensão de nossas vidas. Os que escolhem estar em paz, os que querem viver bem, Têm que ajudar os outros a viverem bem.

E os que querem ser felizes, têm que ajudar os outros a encontrarem a felicidade, pois é também no relacionamento com os outros que depende a construção de nossas vidas.
 
Autor desconhecido.

MILHO GIGANTE

quinta-feira, 18 de abril de 2013


Com Deus, existe esperança até mesmo nas situações mais desanimadoras.
Leia:  Jó 42:10-17.

Do Desolado ao Lindo

            A primavera é a estação do ano em que Deus nos recorda de que as coisas nem sempre são o que parecem. Em poucas semanas, o que parece desesperadamente morto retorna à vida. Bosques desolados transformam-se em paisagens coloridas. Árvores cujos galhos sem folhas se estendiam ao céu no inverno, como se implorassem por vestimenta, de repente se adornam com trajes verdes rendados. Flores que murcharam e caíram ao chão rendendo-se ao frio se levantam lentamente da terra, desafiando a morte.
            Nas Escrituras, lemos a respeito de algumas situações aparentemente sem esperança. Um exemplo é o de um homem rico chamado Jó, a quem Deus descreveu como íntegro (Jó 2:3). O desastre se abateu sobre ele, que perdeu tudo que lhe era importante. Na miséria, ele disse: “Os meus dias […] se findam sem esperança” (Jó 7:6). O que parecia a Jó e seus amigos ser uma prova de que Deus se virara contra ele, era exatamente o oposto. Deus confiava tanto na integridade de Jó, que confiou nele nesta batalha contra Satanás. Mais tarde, a esperança e a vida de Jó foram renovadas.
            A chegada da primavera, sempre fiel, todo ano me conforta quando estou numa situação que parece não ter esperança. Com Deus, não existe tal coisa. Independente do quão desolada a paisagem da vida possa parecer, Deus pode transformá-la num glorioso jardim de cores e fragrâncias.


Julie Ackerman Link


           

Do Desolado ao Lindo

terça-feira, 9 de abril de 2013

O Aspecto Mais Grave da SegregaçãoParece ser facto geral, que as minorias — em especial aquelas cujos indivíduos têm características físicas diferentes — sejam tratadas pelas maiorias, entre as quais vivem, como classes humanas inferiores. O que este destino tem de trágico não reside apenas no prejuízo que naturalmente advém para essas minorias sob o aspecto económico e social, mas também ao facto de os indivíduos, vivendo nestas condições, se renderem geralmente — devido à influência sugestiva da maioria —àquele preconceito sobre o seu valor, e acabarem considerando os seus semelhantes como inferiores. Esta segunda parte e a mais grave do mal, pode ser suprimida por uma mais estreita união e por uma educação deliberadamente esclarecida da minoria, para assim se conseguir a libertação espiritual da mesma. 

Albert Einstein, in 'Como Vejo o Mundo'

O Aspecto Mais Grave da Segregação

sexta-feira, 5 de abril de 2013

MANTENHA em sua vida uma unidade de plano, para conseguir seus objetivos.

Veja um colar de pérolas: estão todas presas por um fio.

Se este arrebentar, as pérolas se espalham.

O que é o fio para o colar de pérolas, é a unidade de plano em nossa vida.

Não deixe que as pérolas de suas ações se percam, por lhes faltar o fio que lhes mantém a unidade.

Do livro MINUTOS DE SABEDORIA, de C. Torres Pastorino

Ed. Vozes


pérolas de suas ações