MENU

domingo, 17 de julho de 2011


Preocupar-se significa sofrer por antecipação.
Pode ser positivo quando se traduz em cuidado,
mas um grave problema quando se torna uma ideia fixa, que perturba o espírito e turva os pensamentos a ponto de comprometer a saúde e a qualidade de vida.
Para ilustrar, partilho a história da qual desconheço a autoria: "Um homem contratou um carpinteiro para realizar uns trabalhos em sua fazenda. O primeiro dia do carpinteiro foi bem difícil: a serra elétrica pifou, ele machucou o dedo e, ao final do dia, o carro não funcionou. O fazendeiro ofereceu-lhe uma carona e, quando chegaram, foi convidado a conhecer a família.
Antes de entrar, o carpinteiro parou junto a uma árvore e a abraçou.
Então, ao abrir a porta, ele se transformou e,
 sorrindo, abraçou seus filhos e beijou sua esposa.
Ao sair, o fazendeiro perguntou:
"Por que você tocou a árvore antes de entrar em casa?".
O carpinteiro respondeu:"Ah! Esta é a minha Árvore dos Problemas".
Sei que não posso evitar os problemas no trabalho, mas eles não devem entrar em casa e chegar até meus filhos e minha esposa. Então, à noite eu os deixo na árvore e os pego no dia seguinte.
O engraçado é que quando vou buscá-los,
eles não são nem metade do que eu deixei na noite anterior.

Palavra que orienta

"Portanto, não vos preocupeis com o dia de amanhã,
pois o dia de amanhã terá sua própria preocupação!
A cada dia basta o seu mal"
 (Mt 6,34).

Tudo tem um tempo certo para acontecer e a preocupação não ajuda; ao contrário, acaba atrapalhando, pois nos impede de agir com clareza.
Jesus fala que Deus não deixaria que nos faltasse alguma coisa,
pois fomos criados à sua imagem e semelhança.
Enfatiza que devemos ter confiança no Pai, pois ele
conhece as nossas necessidades (cf. Mt 6,25-34).
Com a oração do Pai-Nosso (Mt 6,9-13), Jesus nos ensina a não pensar no ontem
 nem no amanhã, mas pedir o "pão nosso de cada dia".
Não somos capazes de eliminar todas as preocupações,
mas podemos amenizá-las com a oração.
"Não vos preocupeis com coisa alguma, mas, em toda ocasião,
 apresentai a Deus os vossos pedidos, em orações e súplicas,
acompanhadas de ação de graças.
E a paz de Deus, que supera todo entendimento,
guardará os vossos corações e os vossos pensamentos no Cristo Jesus" (Fl 4,6-7).
Permita que Jesus tome conta de suas preocupações:
"lançai sobre ele toda a vossa preocupação, pois ele é quem cuida de vós" (l Pd 5,7).

Rosemary de Ross
(Texto do livro:"Mensagens e orações para diversas situações do dia a dia". Paulinas Editora).


Evite a preocupação excessiva