MENU

domingo, 8 de maio de 2011


Polêmica no twitter, Evangélicos são ridicularizados no Twitter após reconhecimento da união homoafetiva Foram criadas diversos hashtags (tópicos) para o assunto e #chupamalafaia (Chupa Malafaia) e #todoscrentechora (Todos Crente Chora)

Tanto os tópicos #todoscrentechora e #chupamalafaia eram geralmente utilizadas por ateus e simpatizantes da causa homoafetiva que veiculavam as hashtags junto a ironias, palavrões e xingamentos contra Deus.

homofobia é crime, sim, mas estas mensagens foram também discriminatória contra evangélicos

Preconceito

Mas nem todas as mensagens eram críticas, muitos cristãos e não cristãos reprovaram a criação e utilização das hashtags: “Sinceramente, acho injusta e preconceituosa a tag #todoscrentechora”, afirmou a jovem Suelen Gomes. “Antes crentes tinham preconceito contra homossexuais, agora é o contrário. #todoscrentechora. Quem é preconceituoso agora?”, disse Micael Wandermurem. Nenhum deles afirma em seus perfis que são evangélicos ou se quer creem em Deus.

Para a twitteira Bia Nunes há preconceito nas palavras: “Falando em preconceitos, me explica porque #todoscrentechora foi parar nos TT’s (ranking de assuntos mais falados)? Tipo, homofobia não pode, mais questão religiosa pode zuar?” e completa: “Eu sou crente, tenho amigos gays, e não tenho preconceito nenhum, e ai? Não julguem todos por um grupo ;)”, concluiu.

Em postagem anterior, enviei pelo e-otimismo que seria interessante colocar o nome de jesus nos trendings topics (postagem populares) no twitter, incluindo versiculos e textos evangélicos, seria bom que os cristãos de um modo geral criassem as tags #jesuseamor #Deussejalouvado #todocristaoeabencoado #todocristaosorri e acho importante retwittar o amor entre os irmãos e não o ódio.

para criar uma conta no twitter entre em http://www.twitter.com

Evangélicos discriminados no twitter

A importância da maternidade

Me levantei, por mãe de Israel me levantei.
Juízes 5:7


Essas palavras foram ditas por Débora, juíza de Israel, após a espetacular vitória da nação sobre o exército dos cananeus, liderado por Sísera.
Os israelitas puderam contar com a força, a coragem, a determinação e a inteligência de Débora, uma mulher que inspirou Baraque, líder do exército israelita, a vencer uma difícil batalha e libertar o seu povo de um implacável inimigo. Ela era profetisa e juíza em Israel; conhecia a lei de Deus e recebia revelações especiais da parte dele, as quais transmitia ao seu povo.
Como é formidável a presença da mãe que tem comunhão com Deus e profetiza bênçãos para a sua família!
Como é maravilhoso receber o carinho e o afeto dela e poder contar com a sensibilidade, a amizade e a ternura daquela que é considerada rainha do lar!
No dia das mães, lembremo-nos dessas heroina que foram criadas por Deus para dar equilibrio emocional à familia, agindo como companheiras do homem e protetoras do lar.
Oremos pedindo ao Senhor que levante mulheres corajosas que amem, orientem e protejam seus filhos e aconselhem as mulheres mais novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, a serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seu marido, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada. (Tito 2:4-5).


Pr. Silas Malafaia

A importância da maternidade