MENU

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Jovens e Jovens

A juventude, os jovens de modo geral, têm sido assunto constante nos noticiários atuais.

Fala-se das jovens adolescentes que engravidam prematuramente...

De jovens perdidos no lodaçal dos vícios...

De jovens que põem fogo em índios e mendigos...

De jovens tresloucados, que se arrebentam em acidentes violentos nas competições ilegais, chamadas "rachas".

Quando lemos ou ouvimos tais informações, ficamos chocados com tantos desatinos e logo imaginamos o que será do futuro da Terra, se a juventude está perdida.

Todavia, os olhos e ouvidos interessados, podem ler ou ouvir vez que outra, uma tímida notícia de jovens que se dedicam com fervor ao bem geral.

São jovens cientistas premiados pelos esforços dedicados em busca de melhor qualidade de vida para enfermos anônimos...

Jovens que se entregam de corpo e alma às artes, exaltando o bem e o belo.

Com habilidade extraem sons melodiosos dos teclados...

Com graciosidade cantam, dançam, fazem acrobacias nas quadras esportivas...

Jovens saudáveis que dedicam o tempo a distrair e alegrar pessoas idosas e enfermas enclausuradas em velhanatos...

Adolescentes que se chocam com a miséria do próximo e envidam esforços para minorar-lhes o sofrimento...

Tantos são os jovens que são arrimo da família. Que trabalham de sol a sol na lavoura, regando com o próprio suor a terra generosa de onde retiram o sustento...

Jovens médicos que, com mãos hábeis, fazem cirurgias extraindo tumores dos corpos, sem deixar vazio o coração dos pacientes desesperados.

Jovens que, apesar de conquistarem a fama, não se permitem a promiscuidade nem se prestam a promover produtos que incitam aos vícios nem aos desregramentos na área da sexualidade.

Jovens que falam do Cristo e buscam viver Seus ensinos..

Como podemos perceber, há jovens e jovens...

Se o bem fosse mais divulgado, certamente seria imitado e adotado como postura por tantos jovens indecisos, inseguros, que acabam se decidindo pela maioria, ou pelo que pensam ser a maioria.

Assim, tenhamos a certeza de que a juventude não está perdida e que o futuro já está acontecendo hoje, com essa força juvenil saudável e entusiasta, capaz de derrubar as estruturas apodrecidas da sociedade em que vive e fortalecer os costumes sadios e promissores vigentes.

Ser jovem é não ter cumplicidade negativa com o passado. É não se deixar contaminar pelos hábitos viciados de outras gerações.

Ser jovem é viver com entusiasmo, semeando alegria com discernimento.

A juventude é a primavera da vida, e jovem sem entusiasmo é como uma flor sem perfume, que tende a ser derrubada pelos primeiros ventos do inverno.

Portanto, o jovem para ser feliz, deve erguer bem alto a bandeira da solidariedade, da fraternidade e da verdadeira liberdade, que é a paz da consciência tranqüila.

Fonte: www.momento.com.br

Jovens e Jovens


Terremoto no chile

Um terremoto de 8,8 graus na escala Richter, aconteceu na madrugada deste sábado (27/2), no Chile, e pode ter um impacto violento em desastres humanos e de destroços físicos.

Este terremoto que atingiu o chile teve o epicentro a 115 km de Concepción, a segunda maior cidade do Chile, onde mais de 200 mil pessoas vivem ao longo do Rio Bio Bio, e a 90 km da estação de esqui de Chillan, é uma porta de entrada para os resorts de neve dos Andes, e que foi destruída em 1939, num terremoto.

Mas afinal o que está acontecendo no planeta? segundo o site painel global www.painelglobal.com.br todos os dias existem abalos nos deslizamentos das placas tectônicas. só que atualmente está acontecendo terremotos de grandes proporções como o do haiti. este terremoto no chile causou um abalo que foi sentido em são
paulo e que pode causar tsunamis no pacifico.

Ficamos pensando porque atualmente está acontecendo tantas catástrofes naturais. houve terremoto no haiti, agora no chile, tremores no brasil, enchentes, ondas de calor, furacões.. o que você acha? isto já são sintomas dos efeitos do homem na natureza?

Várias pessoas acreditam que está próximo do fim do mundo. Na biblia há várias passagens falando sobre terremotos, você acha que já está perto do fim do mundo?

"Haverá grandes terremotos por várias partes, fomes e pestes" (Lc 21,11)

"e haverá terremotos em diversos lugares, e fome. Isto será o princípio das dores." (Mc 13,8)

"Houve, então, relâmpagos, vozes e trovões, assim como um terremoto tão grande como jamais houve desde que há homens na terra." (Ap 16,18)

"Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas. Os homens definharão de medo, na expectativa dos males que devem sobrevir a toda a terra." (Lc 21,25-26)

terremoto no chile

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010


Tele esperança a esperança que chega por um fio

Você está precisando de uma palavra amiga, um conselho, ter um aconselhamento, ouvir uma mensagem de esperança?

Conheça o TELE ESPERANÇA - a esperança que chega por um fio!, um serviço do seminário pentcostal do nordeste que leva mensagens
de esperança por telefone.

O telefone do tele esperança é (81) 3426 5896

tele esperanca

Confie em Deus.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Shopping Center de Maridos

Havia um "Shopping Center de Maridos", onde as mulheres podiam escolher o seu marido entre várias opções de homens. O shopping tinha cinco andares, sendo que as qualidades dos homens cresciam nos andares mais altos. A única regra era que uma vez em um andar, não se poderia mais descer - deveria escolher um homem do andar, subir ao próximo ou ir embora. Uma dupla de amigas foi até o shopping.

PRIMEIRO ANDAR - Um aviso na porta dizia: "Os homens deste andar trabalham e gostam de crianças". Uma das amigas disse para a outra: "Bem, é melhor do que ser desempregado ou não gostar de crianças, mas como serão os homens do próximo andar?". Então elas subiram as escadas.

SEGUNDO ANDAR - "Os homens deste andar trabalham, têm excelentes salários, gostam de crianças e são muito bonitos". "Viu só?" - diz uma delas - "Como serão então os homens do próximo andar?" Então elas subiram as escadas.

TERCEIRO ANDAR - "Os homens deste andar trabalham, têm excelentes salários, gostam de crianças, são muito bonitos e ajudam no serviço doméstico". "NOSSA!" - diz a mulher - "Muito tentador, mas como serão os homens do próximo andar?" Então elas subiram as escadas.

QUARTO ANDAR - "Os homens deste andar trabalham, têm excelentes salários, gostam de crianças, são muito bonitos, ajudam no serviço doméstico e são ótimos amantes". "Meu Deus...pense! O que será que nos aguarda no quinto andar!!!"

Então elas subiram até o quinto andar.

QUINTO ANDAR - A placa na porta do andar vazio dizia: "Esse andar serve somente para provar que é impossível satisfazer as mulheres. Por favor siga até a saída e tenha um bom dia".

(Autor desconhecido)

Shopping Center de Maridos

O colar de pérolas
"Jenny tinha cinco anos e era possuidora de olhos vivos e brilhantes. Um dia ela foi ao supermercado com a mãe e na saída viu um colar de pérolas de plástico que custava $ 2.50. Ela queria muito ter aquele colar e quando perguntou à mãe se ela lhe compraria o presente, a resposta que ouviu foi a seguinte: "É um colar bonito, mas custa caro. Então vamos fazer um acordo, vou comprar o colar mas quando chegarmos em casa vamos fazer uma lista de pequenos trabalhos para você fazer como forma de pagamento, tá bom? E não se esqueça que sua avó vai te dar algum dinheiro no seu aniversário também. Combinado?"

Jenny concordou e ganhou o colar. Ela trabalhou muito bem como tinham combinado e ganhou mesmo um dinheirinho da avó, então logo o colar estava pago. Jenny adorava o colar de pérolas e usava-o constantemente. Ia na escola com ele, usava-o para sair com a mãe, etc. Só não tomava banho com ele porque a mãe tinha avisado que o pescoço dela poderia ficar manchado. O pai da Jenny era muito amoroso e toda noite ele a colocava na cama e lia a sua estória favorita.

Uma noite, quando acabou de ler a estória, ele perguntou a ela:
"Jenny, você me ama?"
"Claro que sim papai, você sabe que eu te amo", disse a menina.
"Então gostaria que você me desse o seu colar de pérolas."
"Ah papai, isso não. Não o meu colar!" disse ela. "Mas posso te dar a minha boneca favorita, a Rosie. Lembra dela? Aquela que você me deu de aniversário o ano passado.
E ainda posso te dar o jogo de chá dela também, tá bom?"
"Não querida, não precisa nada disso", disse o pai, dando-lhe um beijo de boa noite. "Durma bem".

Uma semana mais tarde, o pai acabou de ler a estória e fez a mesma pergunta: "Jenny você me ama?"
"Claro que sim papai, você sabe que eu te amo", disse a menina.
"Então quero que me dê as suas pérolas", disse o pai.
"Minhas pérolas não, papai. Mas posso te dar o meu cavalo de brinquedo, lembra dele? É o meu favorito, gosto de penteá-lo e fazer tranças em seu pelo macio. Quer ficar com ele?", disse a menina. "Não querida, não precisa nada disso", disse o pai, dando-lhe um beijo de boa noite.
"Deus te abençoe. Durma bem".

Vários dias mais tarde, quando o pai entrou no quarto dela para ler a estória, Jenny estava sentada na cama com os lábios trêmulos. "Aqui está o meu colar, papai", disse-lhe estendendo a mão e deixando-o escorregar para a mão do pai.

Com uma mão o pai segurou o colar de plástico e com a outra puxou uma caixa de veludo azul de dentro do bolso. Dentro da caixa estava um lindo colar de pérolas verdadeiras.

Ele tinha aquele colar todo o tempo e só estava esperando que a Jenny desistisse do colar falso e barato, para que pudesse lhe dar aquele que era real."

Autor desconhecido

O colar de pérolas



Estamos enfrentando atualmente aumento significativo na temperatura. várias cidades do brasil estão enfrentando ondas de calor. O calor é uma ameaça à saúde. Saiba como proteger-se.

A exposição a calor intenso é uma agressão para o organismo, podendo conduzir a:


desidratação
agravamento de doenças crónicas
esgotamento
golpe de calor
Sintomas associados a um esgotamento por calor:

Cãibras musculares
Cansaço e fraqueza
Desmaio
Náuseas e vómitos
Respiração rápida e superficial
Grande transpiração
Palidez
Pele fria e húmida
Pulso fraco e rápido
Dor de cabeça

O golpe de calor é o risco mais grave e pode provocar danos irreversíveis à saúde e até levar à morte. Os principais sintomas são: febre alta, dores de cabeça, tonturas, pulso rápido e forte, náuseas, confusão, perda de consciência, contracções musculares e pele vermelha, quente e seca, sem suor.

Atenção! Uma vítima de um golpe de calor corre risco de morte. São indispensáveis cuidados médicos de emergência.

São mais vulneráveis ao calor:

Crianças nos primeiros anos de vida
Idosos
Portadores de doenças crónicas (cardiovasculares, respiratórias, renais, diabetes e alcoolismo)
Obesos
Acamados
Pessoas com problemas de saúde mental
Pessoas que tomam medicamentos, tais como anti-hipertensores, antiarrítmicos, diuréticos, antidepressivos, neurolépticos, entre outros.

Como proteger-se?
Do sol e do calor

Evite a exposição directa ao sol, em especial entre as 11 e as 16 horas.
Na praia, mesmo debaixo do chapéu de sol, não está protegido. A água do mar também reflecte os raios solares, podendo provocar queimaduras solares.
Sempre que se expuser ao sol ou andar ao ar livre, use protector solar.
Use chapéu e óculos escuros (especialmente para pessoas de pele clara). Proteja a cabeça das crianças com chapéu de abas.
Use roupa solta, de preferência de algodão e de cores claras.
Nos dias de grande calor, os bebés e os idosos não deverão ir à praia.
Diminua os esforços físicos e repouse frequentemente em locais à sombra, frescos e arejados.

Beba e faça uma alimentação equilibrada

Aumente a ingestão de água ou de sumos de fruta natural, sem açúcar, mesmo sem ter sede.
Evite bebidas alcoólicas, gaseificadas, com cafeína ou com açúcar, porque podem provocar desidratação.
Faça refeições leves, pouco condimentadas e mais frequentes.
Os recém-nascidos, as crianças, as pessoas idosas e as pessoas doentes podem não sentir sede. Ofereça-lhes água!

Refresque-se


Permaneça 2 a 3 horas por dia num ambiente fresco. Se isso não for possível em sua casa, visite centros comerciais, museus, cinemas ou outros locais com ar condicionado.
No período de maior calor, refresque-se com um banho. Evite, no entanto, mudanças bruscas de temperatura.
Em casa

Evite que o calor entre. Corra as persianas ou portadas e mantenha o ar a circular.
Abra as janelas durante a noite.
Use menos roupa na cama, sobretudo dos bebés e doentes acamados.
Em viagem

Se o carro não tiver ar condicionado, não feche completamente as janelas.
Leve água ou sumos sem açúcar.
Sempre que possível, viaje de noite.
Evite a permanência em viaturas expostas ao sol, em especial de crianças, doentes ou idosos.
Procure e dê ajuda


Não hesite em pedir ajuda a um familiar ou vizinho no caso de se sentir mal com o calor.
Informe-se periodicamente sobre o estado de saúde das pessoas isoladas, idosas ou com dependência que vivam
perto de si e ajude-as a protegerem-se do calor.

fonte: http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/enciclopedia+da+saude/saude+publica/calor/calor.htm

proteger-se onda de calor

Perdoe sempre!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010


24 de fevereiro


Reflexão

Em diversas ocasiões da vida é sempre possível ajudar alguém. Um olhar de simpatia, uma palavra de estímulo e consolo reeguem alguém triste e desanimado. Por menor que seja a semente, se for boa, no devido tempo dará bons frutos. O que é bom nunca se perde! Por isso, estenda sempre a mão a quem precisa, erra ou se percebe enfraquecido. Faça-lhe o convite para levantar-se e prosseguir no caminho. Tenha certeza de que, embora pequenas, essas atitudes operam verdadeiros milagres.

Meditação

Em todas as horas do dia, procure ser testemunho da presença de Deus.

Confirmação

"A respeito do amor fraterno, não é preciso que vos escrevamos, porque vós mesmo aprendestes de Deus a vos amar uns aos outros"
(1Ts 4,9).

Rosemary de Ross

Data: 24/02/2010
Fonte: Livro “Uma mensagem por dia, o ano todo” - Editora Paulinas

Ame o próximo...

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

O planetinha amarelo
Era uma vez um pequeno planeta amarelo. Ele fazia parte de um grupo de 7 planetas pequenos e coloridos. Cada um era de uma cor: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul claro, azul escuro e roxo. Eles eram comandados por um grande planeta chamado Cereb, que era todo colorido, como a nossa Terra.

No planeta amarelo, tudo era amarelo. As árvores, as flores, a água, a terra. Havia muitos animais e muitos tipos de vida ali. Ele era muito bonito e muito alegre. Uma grande quantidade dos frutos amarelos de suas árvores amarelas eram distribuídos para os outros planetas, que não possuíam amarelo. Ele alimentava os seus vizinhos com o amarelo. Os planetas vizinhos, por sua vez, enviavam para ele os seus frutos, para alimentá-lo com as outras cores, pois todos eles precisavam de todas as cores para viver. Com essa troca eles se ajudavam uns aos outros e conviviam harmoniosamente.

Um dia, no planeta amarelo, houve uma grande tempestade de gelo que destruiu todas as plantas. Ele ficou doente. Aí ele não podia mais mandar os frutos amarelos para seus amigos vizinhos.

Os vizinhos ficaram tristes e sentiam muita falta do amarelo. Eles não podiam ficar sem o amarelo e tiveram de pedir ajuda para Cereb. Ele sempre os ajudava e os protegia dos inimigos invasores, porém era muito exigente. Fazia com que os planetinhas trabalhassem muito, para depois ganhar um pouco das cores de que precisavam. Eles ficavam cansados, porém precisavam se abastecer de cores para viver e então faziam tudo que o Cereb mandava, e desta forma também colaboravam para o equilíbrio planetário.

Desta vez, a tarefa que Cereb lhes deu não era muito fácil: criar um jeito de produzir as substâncias do amarelo, por conta própria, cada um no seu planeta,. Isso eles não sabiam fazer. Mesmo assim, tentaram. Fizeram reuniões, conversaram, trocaram idéias, tomaram remédios, mas nada deu certo.

Resolveram, então, pedir ajuda a uma fada que morava nas estrelas: a fada BRANCA, que possuía todas as cores do arco-íris. A fada lhes disse que, no centro de cada planeta, bem no fundo, havia uma grande caverna, em forma de coração, que continha um tesouro. Esse tesouro possuía todas as cores e se eles o encontrassem não precisariam mais se submeter às extravagâncias de Cereb. Seriam auto-suficientes, isto é, teriam dentro de si mesmos todas as cores e não haveria mais a necessidade de trocar com os outros planetinhas. O Planeta Amarelo também poderia recuperar-se, tendo de novo suas árvores e seus frutos através desse tesouro.

A fada Branca lhes ensinou como chegar nessa caverna. Era preciso fazer uma grande viagem para dentro de si mesmos e descobrir o lugar certo onde estava o tesouro. Isso deveria ser feito através da Imaginação. Ela lhes ensinou também as palavras mágicas para abrir a porta da caverna. Talvez eles encontrassem alguns obstáculos na viagem. Outras palavras mágicas os ajudaria a superá-los.

Para iniciar a viagem eles só precisavam acreditar nisso. A palavra mágica era: FÉ. Para superar obstáculos era: CONFIANÇA. Para abrir a caverna era: AMOR.

No dia seguinte, assim como todos os outros, o Planeta Amarelo partiu para o centro de si mesmo, cheio de FÉ, repetindo a palavra mágica a todo momento. Quando ficou cansado, desanimado, com frio, com fome ele repetiu a palavra mágica: CONFIANÇA. Quando finalmente chegou ao centro do planeta, diante da caverna Coração começou a gritar sem parar a palavra mágica: AMOR, AMOR, AMOR.

E a caverna Coração foi se abrindo, lentamente. Ele pôde ver, extasiado, as cores do arco-íris saindo de dentro dela, uma por uma, como fachos de luzes, cada um de uma cor. Quando a porta se abriu inteira, todas as luzes saíram juntas e se espalharam por todo o planeta, curando e colorindo tudo por onde passavam. Ele ficou muito feliz e percebeu que todo o seu planeta estava colorido. As árvores e as plantas haviam se tornado verdes, cheias de frutos amarelos. As flores eram agora de todas as cores: brancas, amarelas, cor-de-rosa, vermelhas etc. A terra ficou marrom e os passarinhos possuíam penas de todas as cores. Percebeu então que seu planeta estava curado. Deixou a porta da caverna Coração aberta, para que ele nunca mais precisasse pedir nada a ninguém, pois tudo que ele precisava para se curar de qualquer problema estava dentro dele mesmo.

Os outros planetinhas também encontraram sua caverna Coração e ganharam todas as cores. Assim, continuaram amigos e conviveram em paz, saudáveis e felizes para sempre. Cereb, também ficou muito feliz por ver os planetinhas com sua saúde recuperada.

O planetinha amarelo

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Um Coração que sabe Escutar.

A depressão econômica nos anos 1930 fez com que os empregos nos Estados Unidos ficassem muito escassos.
Um dia, quando certa empresa divulgou sua necessidade de preencher uma única vaga, centenas de pessoas se
candidataram para preenchê-la.

Depois de uma longa manhã em que dezenas de empregados em potencial foram entrevistados, ouviu-se pelo
alto-falante um ruído estranho com uma seqüência de batidinhas.

Imediatamente, um homem se colocou em pé com um salto e entrou gritando e correndo pela porta da gerência.
Alguns instantes depois, o gerente saiu da sua sala e anunciou que a vaga acabara de ser preenchida.
As pessoas que ainda estavam esperando do lado de fora começaram a murmurar; afinal, nem tiveram a oportunidade
de uma entrevista.

O gerente acalmou a multidão e perguntou:

"Quantos aqui ouviram o ruído das batidinhas no alto-falante?"

Todos afirmaram que tinham ouvido.

O gerente então explicou que estava procurando alguém que entendesse o Código Morse e, por isso, transmitiu em
Morse a seguinte mensagem pelo sistema de som:

"Se você é capaz de ouvir esta mensagem e entendê-la, fique de pé, grite e corra para a porta da gerência
- o emprego é seu!"

Ao proclamar o Reino de Deus, Jesus clamava vez após vez:

"Aquele que tem ouvidos para ouvir, escute!" ( Mc 4, 9 ).

Uma das faculdades espirituais mais preciosas e essenciais que um discípulo do reino precisa cultivar é um coração
que escuta.

Esse tipo de coração preparado é capaz de discernir entre sabedoria natural e compreensão espiritual, o que lhe dá
a habilidade de subir "com asas como águias" ( Is 40, 31 ), transcendendo a mente natural e aprendendo a "discernir"
as coisas espiritualmente ( 1 Co 2, 14-15 ).

O Pai dá ao coração que ouve a capacidade de compreender os seus caminhos, valores e linguagem celestiais.

Um Coração que sabe Escutar.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010



A vida não pode parar!

Nos momentos difíceis, quando o mundo parece desabar...
Eleve seus olhos para o alto,
E tenha confiança de que o Senhor te guardará de todo mal!
Pois a vida não pode parar!

Diante de situações que causam destruições, dores e perdas...
Faça do Senhor teu refúgio e tua fortaleza,
Confie n´Ele e não serás atingido!
Pois a vida não pode parar!

Nas provações que causam desespero, desânimo e incredulidade...
Entregue - se aos cuidados do Senhor,
Ele te sustentará e não permitirá que sejas abalado!
Pois a vida não pode parar!

Diante da doença, da tristeza e do desespero...
Segure - se nas mãos do Senhor,
Ele te dará coragem e força para superar tudo!
Pois a vida não pode parar!

Diante da dificuldade financeira e do medo que fazem esmorecer...
Não tema e não se desespere,
Invoque o Senhor que te ouvirá e sustentará!
Pois a vida não pode parar!

Diante da tribulação e da perseguição...
Não se angustie e nem desanime,
Os olhos do Senhor estão sobre você e seus ouvidos atentos à suas orações!
Pois a vida não pode parar!

Nos momentos de angústia, fraqueza e preocupações...
Confie e deixe-se guiar pelo Senhor,
Ele te conduzirá pelos caminhos da paz!
Pois a vida não pode parar!

Quando você se sentir cansado de tanto lutar...
Clame a misericórdia do Senhor,
e não temas porque Deus está contigo a caminhar!
Pois a vida não pode parar!

“Para vós, Senhor, elevo a minha alma.
Aliviai as angústias do meu coração e livrai-me das aflições”.
(Sl 24, 1;17)


Rosemary de Ross
Pato Branco - Paraná.
http://www.rosemaryross.com.br/

A vida não pode parar...

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Há momentos em que através de uma expressão dizemos muito mais do que numa longa oração. Momentos como aquele em que vivia o salmista ao clamar com exaspero "Senhor Deus da minha salvação!", iniciando um cântico registrado como Salmo 88.

Era tanta a angústia do salmista que ele receava não estar sendo ouvido.

Talvez dentro de você, sua alma esteja gritando, exasperadamente, essas mesmas palavras. Precisando dizer muito, está dizendo tudo na força com que clama pelo seu Senhor, na força com que pede para que Ele a escute, a veja, a socorra, não a ignore - sem de fato dizê-lo.

Deus a está ouvindo. Ele é a sua salvação.

Deus se importa. Com o que é importante pra você, sim, Deus se importa. Com os seus sonhos, sim, Deus se importa. O que você tem, Ele te deu, porque Ele se importa com você.

Com Ele você pode contar. À Ele você pode chamar, clamar, orar, e ter a certeza de estar sendo ouvido. Porque Ele se importa em te ouvir e estar ao seu lado.

Busque-O sempre, como único Senhor e Deus de sua vida. Só Deus é Deus, e ninguém mais.
 
Por: Jacqueline Collodo Gomes

Há momentos

Eu sei quem és
 
Por: Jacqueline Collodo Gomes.
 
 
Eu te vejo. Eu te escuto.
Tu dizes que não. Duvidas que existo.
 
Queres me ver
Mas já me viste.
Queres me escutar
Tanto já me ouviste!
 
Queres me sentir
Mas já te fiz conhecido do Meu toque, da Minha presença.
 
Estou diante de ti, cantando do meu amor por você.
Você é tão especial para mim!
 
Tanto me procuraste.
Sempre estive diante de você.
Não no que causou dor.
Eu estava no abraço
No carinho, no amor
No gesto de compreensão.
 
Na flor num cantinho
No bonito raio da manhã
Na palavra sensata
Eu estou...
 
Queres me sentir
Mas já te fiz conhecido do Meu toque, da Minha presença.
Não no que causou dor.
Eu estava no abraço.
Não na contenda, mas no diálogo.
 
Tanto me procuraste,
e Eu sempre estive diante de você!
 
Eu Sou Deus,
por quem ainda procuras,
quem há tanto buscas.
Sondo-te e abençôo.
O que tens, Eu te dei.
 
Estou diante de ti, cantando do meu amor por você.
Você é tão especial para mim!
Volvei aos Meus braços!

Eu sei quem és

Ser Jovem
- Jacqueline Collodo Gomes
 
Dizem: Quanta frescura!
quando um jovem fala do seu sentimento
relata uma dor, um tormento.
Esquecem-se de que já foram jovens.
 
Dizem: Vida fácil!
como se só no escritório, na empresa
os problemas se empilhassem em mesas.
Crescem e esquecem o jovem que habita neles.
 
Mas o jovem tem no peito
o retrato direito
de que viver não é
o que querem fazer parecer.
 
O jovem tem uma visão diferente.
Sabe bem o que sente.
E às vezes melhor do que um adulto ele entende
as coisas que rondam à vida.
 
O jovem tem uma visão particular.
Calça os blocos de sua estrada a sonhar.
Quer encontrar a felicidade
e se encontrar.
 
O jovem luta pra que não o anulem
e na tentativa
posturas diversas ele assume
mas depois entende que a rebeldia não resolve,
 
e nem pintar a cara, e nem
cobrir-se com preto
podem fazer vê-lo
se ele não fizer por si mesmo.
 
A juventude é tão bonita!
Principalmente quando polida
dos valores sinceros, concretos,
verdadeiros, firmes e não passageiros.
 
A juventude é completa
quando o jovem no peito carrega
o orgulho, a herança de ser um filho de Deus,
 
que não lhe imputa jugos de estilos
mas lhe tem um lugar garantido
de sucesso e realização concreta,
 
e é a fonte de sua força jovem
que não envelhece, não seca
mas se renova, é constante e certa.
 
A juventude só é juventude
quando se alinha a atitude
aos preceitos de Deus.

Ser Jovem

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

1 Minuto apenas

A vida muda em um minuto apenas.
Em um minuto apenas DEUS providencia o socorro.
Pode ser um coração atento, uma mão amiga, um pedaço de papel impresso caído na calçada.
Papel que o vento não o levou para longe.
Um minuto apenas e o amor volta e a esperança renasce.
Um minuto apenas e o sol rompe as nuvens clareando tudo.
Não se desespere, espere, o socorro chega.
Um minuto apenas...
O panorama se modifica.
A vida refloresce.
Tenha paciência, não se entregue à desesperança. Aguarde.
Enquanto você sofre DEUS providencia o auxílio.
Aguarde, um minuto apenas, sessenta segundos.
Uma vida. Um minuto a mais.
Em um minuto apenas , a misericórdia divina se derrama cheia de bênçãos nas vielas escuras dos passos humanos,
corrige, saneia, repara transformando-as em estradas luminosas no rumo da vida maior.

1 Minuto apenas

As janelas douradas

O menino trabalhava arduamente durante todo o dia, no campo, no estábulo e no armazém, pois os pais eram fazendeiros pobres e não podiam pagar a um ajudante. Mas, quando o sol se punha, o pai deixava-lhe aquela hora só para ele. O menino subia ao alto de um morro e ficava a olhar para um outro morro, distante alguns quilómetros. Nesse morro, via uma casa com janelas de ouro e de diamantes. As janelas brilhavam e reluziam tanto que ele era obrigado a piscar os olhos. Mas, pouco depois, ao que parecia, as pessoas da casa fechavam as janelas por fora, e então a casa ficava igual a qualquer outra casa. O menino achava que faziam isso por ser hora de jantar; então voltava para casa, jantava e ia deitar-se. Um dia, o pai do menino chamou-o e disse-lhe:

— Tens sido um bom menino e ganhaste um dia livre. Tira esse dia para ti; mas lembra-te: tenta usá-lo para aprenderes alguma coisa boa.

O menino agradeceu ao pai e beijou a mãe. Em seguida partiu, tomando a direcção da casa das janelas douradas.

Foi uma caminhada agradável. Os pés descalços deixavam marcas na poeira branca e, quando olhava para trás, parecia que as pegadas o seguiam, fazendo-lhe companhia. A sombra também caminhava ao seu lado, dançando e correndo, tal como ele. Era muito divertido.

Passado um longo tempo, chegou ao morro verde e alto. Quando subiu ao topo, lá estava a casa. Mas parecia que haviam fechado as janelas, pois ele não viu nada de dourado. Aproximou-se e sentiu vontade de chorar, porque as janelas eram de vidro comum, iguais a qualquer outra, sem nada que fizesse lembrar o ouro.

Uma mulher chegou à porta e olhou carinhosamente para o menino, perguntando o que ele queria.

— Eu vi as janelas de ouro lá do nosso morro — disse ele — e vim de propósito para as ver de perto, mas elas são de vidro!

A mulher meneou a cabeça e riu-se.

— Nós somos fazendeiros pobres — disse — e não poderíamos ter janelas de ouro. E o vidro é muito melhor para se ver através dele!

Convidou o menino a sentar-se no largo degrau de pedra e trouxe-lhe um copo de leite e uma fatia de bolo, dizendo-lhe que descansasse. Chamou então a filha, que era da idade do menino; dirigiu aos dois um aceno afectuoso de cabeça e voltou aos seus afazeres.

A menina estava descalça como ele e usava um vestido de algodão castanho, mas os cabelos eram dourados como as janelas que ele tinha visto e os olhos eram azuis como o céu ao meio-dia. Passeou com ele pela fazenda e mostrou-lhe o seu bezerro; ele falou do bezerro que tinha em casa, e que era castanho-avermelhado com as quatro patas brancas. Depois de terem comido juntos uma maçã, e se terem tornado amigos, ele fez-lhe perguntas sobre as janelas douradas. A menina confirmou, dizendo que sabia tudo sobre elas, mas que ele se tinha enganado na casa.

— Vieste numa direcção completamente errada! — exclamou ela. — Vem comigo, vou-te mostrar a casa de janelas douradas, para ficares a saber onde fica.

Foram para um outeiro que se erguia atrás da casa, e, no caminho, a menina contou que as janelas de ouro só podiam ser vistas a uma certa hora, perto do pôr-do-sol.

— Eu sei, é isso mesmo! — confirmou o menino.

No cimo do outeiro, a menina virou-se e apontou: lá longe, num morro distante, havia uma casa com janelas de ouro e de diamantes, exactamente como ele tinha visto. E quando olhou, o menino viu que era a sua própria casa!

Apressou-se então a dizer à menina que precisava de se ir embora. Deu-lhe a sua melhor pedrinha, a branca com uma lista vermelha, que trazia há um ano no bolso. Ela deu-lhe três castanhas- da-índia: uma vermelha acetinada, outra pintada e outra branca como leite. Ele deu-lhe um beijo e prometeu voltar, mas não contou o que descobrira. Desceu o morro, enquanto a menina ficava a vê-lo afastar-se, na luz do sol poente.

O caminho de volta era longo e já estava escuro quando chegou a casa dos pais. Mas o lampião e a lareira luziam através das janelas, tornando-as quase tão brilhantes como as vira do outeiro. Quando abriu a porta, a mãe veio beijá-lo e a irmãzinha correu a pendurar-se-lhe ao pescoço; sentado perto da lareira, o pai levantou os olhos e sorriu.

— Tiveste um bom dia? — perguntou a mãe.

— Sim! — o menino passara um dia óptimo.

— E aprendeste alguma coisa? — perguntou o pai.

— Sim! — disse o menino. — Aprendi que a nossa casa tem janelas de ouro e de diamantes.

William J. Bennett
O Livro das Virtudes II – O Compasso Moral
Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1996

 

As janelas douradas

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Esse é Jesus! 
 
Um menininho de três anos chegou da escolinha e foi conversar com sua mãe. Mostrando um desenho em quadrinhos que recebera na escolinha, disse:
- Mamãe, esse é Jesus! Jesus me ama!
A mãe concordou balançando a cabeça, surpresa e emocionada com a declaração do filho, e lhe deu um beijo carinhoso no rosto.
É verdade. Jesus ama o menininho, e ama você, e me ama, e ama todas as pessoas. A sensação de ser amado pelo Senhor Jesus, alcançado por esse amor tão imenso, tão incomparável, anula completamente o peso da vergonha pelos erros que cometemos. Jesus nos ama! Há jeito para nós! Há um recomeço! A oportunidade de fazer da forma certa é garantida, porque Jesus nos ama!
Um ano depois, estando o menininho com quatro anos agora, percebendo que havia dormido sozinho no quarto da avó a tarde toda, disse ao se levantar: - Eu dormi sozinho, mas Deus ficou do meu lado.
A vergonha que sentimos por conta dos nossos erros nos faz acreditar que seremos deixados. Mas Deus não nos deixa jamais. E nos mostra que a forma como olhamos pra nós, nos sentindo tão diminuídos, falhos, não é a forma como Ele olha pra nós.
Deus é aquele que diz que nos ama quando nós achamos que não há jeito pra nós. Quando apenas conseguimos apontar os nossos erros, perdendo-nos em nossas próprias angústias, Ele é a luz que brilha diante de nós, querendo nos pegar pela mão e dizer: - Calma. Tranqüilize-se. Eu amo você! Vai dar certo! Eu estou aqui!
Ele não nos deixou quando Jesus estava na cruz. Tampouco o próprio Jesus, pois ficou naquela cruz até o fim. Estava estampando o Seu amor por nós, o quanto acreditava que pudéssemos vencer, crescer, termos um futuro produtivo. E mesmo assim, algumas vezes sentimos essa mensagem passar longe dos nossos corações. Mas Ele volta, insiste, e pela boca dos pequeninos vem falar conosco, lembrar-nos de Seu amor tão simples, tão puro, tão verdadeiro, e tão presente! Amor que não se altera mesmo quando não acreditamos ou não entendemos como Ele pode nos amar assim.
Esse é Jesus! E isso é o quanto importarmos para Ele!
 
Jacqueline Collodo Gomes
 
Mensagem original da coluna "Em Poucas Palavras" do site SouDeGlória.com

Esse é Jesus!

A Verdadeira Confiança em Deus

Não desista. Espere em Deus.
Ande pela fé, e não por sinais.
Separe um tempo para dar uma boa risada, um bom humor.
Nunca perturbe o problema, até que o problema perturbe você.
Faça caridade, para os necessitados, não fique parado.
Visite doentes, enfermos, e você verá que não tem problemas.
Faça escolhas baseadas na palavra de Deus e não do mundo.
Agradeça ao Senhor, por que Ele é bom, e não reclame.
Peça a Deus força para continuar, e persevere.
Pare e aproveite o momento presente, e não queira viver do passado.
Viva os sofrimentos com alegria, não com tristezas. Mas sim com louvor.
Converse com Deus, todos os dias, Ele é e sempre será o seu melhor amigo.
Viva intensamente, da melhor maneira possível e feliz, seu sorriso faz a diferença.
Ame sem medidas, e sem esperar ser amado.
Seja puro de coração, como as crianças, e não mal humorado.
Não guarde magoas, perdoe sempre!
Deus o ama muito irmão e precisa de seu sorriso, da nossa entrega.
Veja que os nossos sofrimentos, de hoje, serão nossas alegrias de amanhã.
Confie em Deus, Ele jamais nos desamparará.
Pr Marcelo Rossi

A Verdadeira Confiança em Deus

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Fortalecei-vos no Senhor, pelo seu soberano poder. Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio. Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares.
 
Tomai, por tanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever. Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz.
 
Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus. Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos.
 
 

Efesios 6 10

A corda da racionalidade 

     Um grande alpinista que visava superar seus limites decidiu escalar o Monte Aconcágua, o mais alto da Américas e de todo hemisfério Sul,o mais alto fora da Ásia com cerca de seis mil novecentos e sessenta e dois metros de altitude. Infelizmente não concluiu seu objetivo, foi encontrado morto a dois metros do chão. De acordo com o grupo de resgate ele tinha feito sua escalada durante a noite o que não lhe permitiu ver a que distância se encontrava do chão quando o terrível acidente lhe aconteceu.

     Muitas histórias motivacionais usam esta historia real para ilustrar a nossa dificuldade de crer em Deus. Vários podem ter sido  os  diálogos que ele  estabeleceu com Deus em seu momento de desespero. Com toda certeza no momento de sua queda, buscou a Deus, seja o seu Deus mulçumano, cristão, budista.Naquele momento mesmo que não cresse em algo divino, creio que o usaria como apelativo.

     Creio que ele ouviu em seu coração corte a corda! No seu desespero e em sua falta de fé, agarra se ainda mais a corda, e morre congelado devido às baixas temperaturas daquele local. A racionalidade o contaminou cortar a corda significava a ele cair até a morte, sendo que se  a tivesse cortado, ouvido a voz que soou em seu coração estaria se deliciando com o milagre da vida.

     Muitas vezes somos nós que estamos caindo monte abaixo, às vezes por culpa de nossas escolhas, ou talvez porque Deus queira nos ensinar algo. E afirmo confiar em Deus a ponto de cortar a corda, poucos o fariam. Na triste historia do alpinista conta-se que quando ele ouve a voz lhe orientando para cortar a corda ele se agarra a ela com mais força, como se fosse a sua única esperança de sobrevivência. Nós seres humanos como este alpinista pensamos que temos o controle de nossas vidas e nos agarramos ainda mais nas cordas que nos seguram e nos separam de Deus. Para o alpinista a sua única esperança foi a sua maior desgraça.

     Na verdade o quero dizer aqui, é que somos limitados em nosso entendimento, Deus conhece todas as coisas, mas na nossa vã ignorância insistimos em trilhar os caminhos que julgamos mais coerentes, nos esquecemos que Deus sabe de todas as coisas. Porque é tão difícil cortar a corda que nos prende a racionalidade, a lógica das coisas? Estas coisas são tão pequenas diante da infinita sabedoria de Deus.

     O maior desejo de Deus é nos fazer o bem, é nos estabelecer de todo o seu coração, toda a sua alma, e nos mostrar coisas grandes e maravilhosas que ainda não sabemos. (Jeremias 32.41 e 33.3)

     Nossa atitude seria tão simples, apenas cortar a corda! Apenas cortar! Mas presos a racionalidade que nos prediz a queda, não cortamos e nos privamos das maravilhas que Deus tem guardadas para nós, tão grandes que não podemos imaginar. (Efésios 3.20).

     O não cortar a corda nos priva do milagre da vida. Se deleite na presença de Deus, confie, entregue-se, se esqueça em Deus,  porque no tempo certo os milagres chegam.E  tempo certo é o tempo de Deus, não o seu. 
 
Liny rodrigues
 
 

A corda da racionalidade

Fazer o que é certo  


Um homem tinha dois filhos, e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho vai trabalhar hoje na minha vinha. Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas depois, arrependendo-se, foi. E, dirigindo-se ao segundo, falou-lhe de igual modo; e, respondendo ele, disse: Eu vou, senhor; e não foi.Qual dos dois fez a vontade do pai? ( Mateus 21.28-31) 

      Esta parábola bíblica nos faz refletir sobre o se fazer o que é certo mesmo que isso signifique contrariar a nossa vontade. Obediência é sinal de sabedoria, de respeito com aqueles que estão acima de nós em autoridade, seja ela entre pais filhos, entre pastores e ovelhas, entre lideres e liderados.

      Na parábola os dois filhos recebem uma mesma ordem do pai, um resmunga e diz que não fará, mas o obedece, enquanto o outro finge diante do pai obediência e não o faz. Qual fez a vontade do pai?

      Aquele que mesmo contrariando a sua vontade cumpriu a ordem dada, mesmo sem vontade de executá-la a cumpriu por obediência e respeito a autoridade do pai.

     Agir certo, nem sempre é fazer o que se tem vontade, muitas vezes agir com sabedoria em muitas situações da vida requer grandes sacrifícios e muitas privações. É muitas vezes negar-se em prol do outro.

     Agir certo em situações difíceis e conflituosas nem sempre é fácil, ou melhor, quase nunca. Na parábola acima se fala de obediência, mas e quando a situação é outra? Muitas vezes as ações de nossos inimigos nos despertam a ira, o ódio. Há muita sabedoria no livro de Tiago quando a autor diz que "o homem que não peca ao falar é realmente homem perfeito, capaz de refrear todo o corpo". (Tiago 3.2). Conseguir controlar não só a fala, mas as atitudes diante de ataques injustos que recebemos ao logo da vida nos trazem livramento de muitas coisas, nos livra do pecado.

     Quando Jesus nos ensina a oferecer a outra face aos inimigos,podemos interpretar de varias formas, uma delas é de realmente dar a outra face a agressão, ou mostrar a outra face para o agressor, ao invés demonstrar vingança, dar-lhe o perdão. Mostrar a face contraria do ódio, que é o amor, a outra face da injustiça que é a justiça, da maldade, que é o bem. Isto é agir da forma certa, mesmo que isso contrarie nosso intimo, revidar com ódio, só traz mais forças ao inimigo que é feito de ódio e maldade, é o combustível para a sua ação.

     Oferecer a outra face é agir com indiferença ao ódio do inimigo, é  fazer a diferença com amor, com paz.

       É agir com amor diante de seu inimigo quando você o perdoa em seu coração, porque ele não sabe o que faz, esta foi a atitude de Jesus, quando disse:Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. (Lucas 23.34)

      Se somos cristãos, isso exige de nós atitudes cristãs, Cristo não veio somente se revelar como Deus e salvador da humanidade, Ele veio também deixar um exemplo de vida,de atitudes, de resposta as adversidades.

      Ir a igreja não faz se você um cristão, o que faz de você  um cristão são suas atitudes espelhadas no exemplo de nosso Salvador. É renuncia, é sacrifício, entrega, é realmente  ofertar a outra face ao ódio, a injustiça, a guerra, a opressão!

      Você  é realmente um cristão?

Liny rodrigues

Fazer o que é certo

Quando tudo começa no fim

Todas as vezes que o diabo disse a alguem: "é o fim", ali na verdade, era o começo dos melhores dias, das maiores vitórias, dos melhores casamentos.

O diabo disse a José do Egito, na cisterna do deserto:"É o fim!!" e Deus disse:"É o começo, josé o governo do egito te espera."

O diabo disse para Moisés no deserto de Sim:"É o fim!", e Deus disse:"É o começo, transforma – te –ei no libertador do teu povo."

O diabo disse a Ester no tempo da escravidão:"É o fim!", e Deus disse "É o começo transforma – te –ei na rainha dos Medos e dos Persas"

O diabo disse a Sadraque, Mesaque e Abede-nego"É o fim!" e Deus disse"É o começo, vocês serão grandes governadores da Babilônia."

O diabo disse a Daniel na cova dos leões:"É o fim!", e Deus disse: "É o começo, sua história mudará o mundo."

O diabo disse a a Jonas, na barriga de um peixe:"É o fim!", e Deus disse:"É o começo, Nínive será salva através da tua pregação."

O diabo disse a João, exilado na ilha de patmós:"É o fim!", e Deus disse "É o começo você escreverá a maior revelação de todos os tempos - o apocalipse"

O diabo disse a Jesus, morto na cruz:"É o fim", e Deus disse "É o começo, , todo o poder do céu e na terra Eu entrego em tuas mãos."

Por isso se o diabo disser a você que 'É o fim" comece a dar glória a Deus e Aleluia, porque Deus está dizendo: "É apenas o começo"

O diabo não tem o poder de decretar o fim de nenhum filho de Deus.

" o sofrimento não é o fim, mas o começo para todos os que crêem."

By Sílvio - http://compartilhar-net.blogspot.com

 

Quando tudo começa no fim

Encarcerado

             A autobiografia de Jean-Dominique Bauby, The Diving Bell and the Butterfly (O Escafandro e a Borboleta), descreve sua vida após passar por um derrame cerebral que o deixou com a "Síndrome do Encarceramento". Embora estivesse quase que totalmente paralisado, Bauby foi capaz de escrever seu livro piscando sua pálpebra esquerda. Um ajudante repetia um alfabeto cifrado até que Bauby piscasse, escolhendo a letra da palavra que estava ditando. O livro precisou de 200.000 piscadas para ser escrito. O autor usou a única habilidade física que lhe restava para se comunicar com os outros.

            Podemos ler em 2 Timóteo como Paulo experimentou uma espécie diferente de "síndrome do encarceramento". Sob prisão domiciliar, o apóstolo soube que sua execução poderia ser iminente. Com isto em vista, ele disse a Timóteo: "… estou sofrendo até algemas, como malfeitor, contudo, a palavra de Deus não está algemada" (2 Timóteo 2:9). Apesar de seu isolamento, Paulo recebeu os visitantes, escreveu cartas de encorajamento, e alegrou-se com a propagação da Palavra de Deus.

            Para alguns de nós, as circunstâncias podem nos isolar do contato com outras pessoas. Estar preso a um leito de hospital, cumprindo pena na prisão ou confinado, pode nos fazer sentir que experimentamos nossa própria "Síndrome do Encarceramento". Se isto está acontecendo com você, reflita e ore para descobrir algumas maneiras para alcançar outras pessoas.

 FONTE: H. Dennis Fischer


Encarcerado

ESPERE  MAIS  UM  POUCO

        Um homem, no limite  de  suas  forças,   atentou   contra  a    sua própria  vida  com uma arma  de  fogo.    Ouvindo  o  tiro,  o vizinho entrou naquele apartamento e, ao  lado  do  corpo,   encontrou  uma carta escrita :

      "Não  deu  para  suportar. Passei a noite toda como louco pelas ruas  , fui a pé...   não  tinha  condições nem para dirigir. Perdi meu emprego por injustiça feita contra mim, Nada mais consegui. Ontem telefonaram avisando que minha  pequena  moradia  no  campo   foi incendiada. Estava ameaçado de perder este  apartamento  por  não ter  podido   pagar   as   prestações.      me  restou  um  carro,  tão desgastado, que nada vale. Afastei-me de todos os meus amigos com vergonha desta humilde situação.   E,  agora ,  chegando  aqui,  não encontrei ninguém... Fui abandonado pela minha família, e levaram até minhas melhores roupas!. Aquele que me encontrar, faça  o  que tem que ser feito. Perdão."

        O vizinho dirigiu-se ao telefone para chamar a policia. Quando esta    chegou,   percebeu   que   havia   um   recado   na   secretária eletrônica. Era a voz da mulher:

       "Alô! Sou eu! Ligue na firma! O engano foi reconhecido, e você está sendo chamado de  volta na  semana  que  vem!.   O   dono    do apartamento disse que tem uma boa proposta para não o  perdemos. Estamos na nossa casinha de campo.   A  história  do  incêndio   era trote! Isso merece uma festa,  não merece ?.    Nossos  amigos  estão vindo pra cá.... Um beijo!     coloquei  suas  melhores  roupas   no porta-malas do carro. Vem logo!..."

 

      No último minuto, reflita!!!!!      "ESPERE MAIS UM POUCO,CONFIE EM DEUS..." 

ESPERE MAIS UM POUCO

Todos somos deficientes em algum aspecto , seja cultural , social , espiritual , profissional , educacional , às vezes em até mais de um, mas isto não nos permite que sejamos medíocres , não temos o direito de desistir , de entregar os pontos e viver na penumbra . Devemos fazer uma rigorosa auto analise e estabelecermos um plano de ação para diminuir estas deficiências ou torna-las uma vantagem competitiva , temos que enfrenta-las , pois a pior deficiência não é a física , mas a psicológica , aquela que parece controlar a nossa mente , sabotando nossos sonhos e realizações , com uma "voz" solitária que se junta ao coro de nossos medos e imperfeições conseguindo assim paralisar nossas ações , sussurrando desculpas convincentes o suficiente para que possamos justificar as nossas desistências.

O que difere o sucesso do fracasso é desistir , quando fazemos isso , em qualquer momento da nossa existência damos vida ao fracasso , pois enquanto estivermos lutando estamos no caminho do sucesso e quando desistimos interrompemos esta jornada e damos de cara com o fracasso.

A pior das deficiências é ser miserável , pois Miseráveis são todos aqueles que não aproveitam o seu próprio potencial , não se esforçam o bastante para atingir suas metas , não acreditam em seus próprios sonhos , não são felizes , que têm medo da vida , que não conseguem manter um relacionamento estável , que não conseguem falar com Deus.

Cada um de nós carrega suas próprias muletas nas costas para serem usadas como desculpas
R.Recinella


Somos todos deficientes

Deficiente é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

Louco é quem não procura ser feliz com o que possui.

Cego é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria. E só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

Surdo é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

Mudo é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

Paralítico é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

Diabético é quem não consegue ser doce.

Anão é quem não sabe deixar o amor crescer.

Mario Quintana

Somos todos deficientes

O Pedreiro   

Um velho pedreiro que construía casas estava pronto para se aposentar... 
Ele informou o chefe do seu desejo de se aposentar e passar mais tempo com sua família. 
Ele ainda disse que sentiria falta do salário, mas realmente queria se aposentar.  
A empresa não seria muito afetada pela saída do pedreiro, mas o chefe estava triste em ver um bom funcionário partindo e  pediu ao pedreiro para trabalhar em mais um projeto, como um favor.
O pedreiro não gostou, mas, acabou concordando.  
Foi fácil ver que ele não estava entusiasmado  com a idéia.  
Assim ele prosseguiu fazendo um trabalho de segunda qualidade e usando materiais inadequados.
Quando o pedreiro acabou, o chefe veio fazer a inspeção da casa construída.  
Depois de inspecioná-la, deu a chave da casa ao pedreiro e disse:   
- "Esta é a sua casa. Ela é o meu presente para você".
O pedreiro ficou muito surpreso. Que pena! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, teria feito tudo diferente...   
O mesmo acontece conosco...  
Nós construímos nossa vida, um dia de cada vez e muitas vezes fazendo menos que o melhor possível na sua construção. 
Depois, com surpresa, nós descobrimos que precisamos viver na casa que nós construímos. Se pudéssemos fazer tudo de novo, faríamos tudo diferente. Mas não podemos voltar atrás.  
Tu és o pedreiro.
Todo dia martelas pregos, ajustas tabuas e constróis paredes.   
Alguém já disse que: "A vida e um projeto que você mesmo constrói".  
Tuas atitudes e escolhas de hoje estão construindo a "casa" em que vais morar amanhã.   
Portanto construa com sabedoria!  

O Pedreiro

A vida é cheia de bênçãos

Por que você esta triste? Se a vida é tão bela!
Por que desistir? Se a vida é uma missão criada por Deus!
Por que lágrimas? Se a vida é repleta de bênçãos para sorrirmos!
Por que sentes amarguras? Se a vida é uma canção!
Por que sentes ódio? Se a Vida foi feita para amar!
Por que tantas intrigas? Se a vida é Paz!
Por que blasfemar? Se a vida foi feita para orar sem cessar!
Por que mentir? Se a vida é uma verdade!
Por que sentir-se pobre? Se a vida é uma riqueza!
Por que sofrer? Se a vida é superação!
Por que temer? Se a vida é feita de Fé!
Por que fracassos? Se a vida é uma grande vitória!
Por que ofender-se? Se a vida é perdão!
Por que ser infeliz? Se a vida é uma grande felicidade!
Por que problemas? Se a vida é uma grande solução!
Por que trevas? Se DEUS é a fonte e a Luz!
Amados de Deus!!
Mudem o seu PORQUE hoje, e não questione, mas usem o "PARA QUE" em todas as situações!
Cada dia é um aprendizado e uma etapa, e se Deus permite que vivamos, é para nosso bem e crescimento NEle!!
Confie naquEle que jamais te desampara!!!
 
Fonte: Pr Marcelo Rossi

A vida é cheia de bênçãos

O Caracol

Angustiado o caracolzinho se sentia infeliz.
Ele via que quase todos os animais eram mais ágeis que ele.
Uns brincavam, outros saltavam e ele se aborrecia debaixo do peso de sua carapaça e dizia bastante frustado;
- Ta vendo que futuro é ir devagarzinho, só eu sofrendo todos os males.
Ai seus amigos, familiares tentavam consolá-lo, mas ninguém conseguia.
Ai um dia a tartaruga que também tem carapaça disse assim:
-Caracolzinho pense que se a natureza lhe deu essa carapaça foi para alguma coisa.
- Há sim, claro para alguma coisa será, pode me explicar qual é esta coisa ?
E mais chateado ainda ele ficava por receber tantos conselhos.
O caracolzinho se tornou tão insuportável, era tanta reclamação que todos sabe o que fizeram?
O abandonaram, e ele continuava com sua carapaça as costas cada vez mais pesadas para o seu gosto.
Um dia desabou uma tempestade, mas choveu, choveu, choveu durante muitos dias.
Parecia um dilúvio, as águas subiram, inundaram tudo, muitos animaizinhos que ele invejara estavam agora
em grande dificuldade.
O caracolzinho porem encontrou o refugio seguro dentro de sua carapaça, estava totalmente protegido.
Desde então ele compreendeu a utilidade de sua lenta e pesada carapaça, deixou de protestar e tornou-se
um animalzinho simpático e querido por todos.
 

O Caracol Infeliz

O Senhor é o meu pastor e nada me faltará.
Deita-me em verdes pastos e guia-me mansamente em águas tranqüilas.
Refrigera a minha alma, guia-me pelas veredas da justiça, por amor do
seu nome.
Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal
algum, porque Tu estás comigo, a Tua vara e o Teu cajado me consolam.
Preparas-me uma mesa perante os meus inimigos, unges a minha cabeça
com óleo, o meu cálice transborda..
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias
da minha vida e habitarei na casa do SENHOR para todo o sempre.'

Salmo 23

Viver como as flores

Um homem chamado Alexandre perguntou a Lucas:
- Como faço para não me aborrecer?
Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes, algumas são indiferentes, e continuou...
sinto ódio das que são mentirosas, sofro com as que caluniam.
Então Lucas disse para Alexandre:
- Meu querido irmão... Viva como as flores
- Como é viver como as flores perguntou ele:
- Repare nestas flores, disse Lucas, apontando seus lírios que cresciam no jardim.
Elas nascem no esterco, entretanto, são puras e perfumadas.
Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche
o frescor de suas pétalas.
É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem.
Os defeitos deles são deles e não nossos.
Se não é nosso, não há mal para aborrecimento.
Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora.
Isso é viver como as flores.
Viva o amor que Deus deixou para cada um de nós...
Assim seremos flores lindas e perfumadas!!!!

Viver como as flores

Você foi traído?
Perdoe.

Você foi abandonado?
Sinta o abraço de Deus.

Você foi maltratado?
Ame mais ainda.

Você perdeu o emprego?
Creia que existe uma nova oportunidade.

Você não conseguiu o que desejava?
Lembre-se que nem sempre o que desejamos é o melhor a acontecer.

Você não se sente amado?
Ame, é amando que recebemos.

Você sente desanimado?
Anime-se, Deus conta com você!!!

Amados filhos de Deus, Deus quer nos tornar mais e mais pérolas preciosas.

Acredite que os sofrimentos de hoje serão a vitória de amanhã, basta você colocar seus problemas em Deus
e deixá-lo conduzir seus passos!!!

Você


o motor de pesquisa Google recorda o nascimento do fotógrafo, pintor e ilustrador
norte-americano Norman Rockwell, hoje (03/02) com um Logo Especial

Rockwell era muito popular nos Estados Unidos, especialmente devido às 321 capas da revista The Saturday Evening Post que realizou durante mais de quatro décadas, e das ilustrações de cenas da vida norte-americana nas pequenas cidades.

Norman Rockwell Morreu em 1978, aos 89 anos, e deixou uma vasta obra que marca pela diferença tendo em conta a exactidão de traços e cores.

Pintou os retratos dos presidentes Eisenhower, John Kennedy, Lyndon Johnson e Richard Nixon. Um de seus últimos trabalhos foi o retrato da cantora Judy Garland, em 1969.

Leia Mais sobre Norman Rockwell em:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Norman_Rockwell

google homenageia Norman Rockwell