MENU

sábado, 16 de fevereiro de 2008

Por Karine Bighelini, 16/02/08

Conta-se que, em algum lugar, há magia, encantamento e felicidade
Lá, a liberdade de pensar, debater e evoluir são pressupostos básicos para os relacionamentos
Aprende-se que o respeito vem antes do julgamento
Entende-se que a união é o fermento do crescimento
Compreende-se que nossos corações são fortalecidos pela paz de espírito.

Homens e mulheres complementam-se, sempre
Não há inveja, avareza ou ira
Pois, não há espaço para esses pecados capitais...
Nem mesmo a tristeza ousa em lá estar..
Pois, a alegria está sempre presente e não deixa ela entrar!

Dia desses, ouvi alguém questionando sua infelicidade
Mostrou-me por a + b que a vida era injusta demais,
Que seus sonhos sempre foram devaneios ou pura imaginação...
Vi em seu rosto amargura, decepções e um olhar perdido
Em seus olhos, havia mais palavras do que em sua própria boca.
Era muita tristeza em um único semblante...

Comecei a pensar que vivemos todos em um “mesmo lugar”
A diferença está em como você enxerga e o que você faz nesse lugar!
O valor da vida é poder senti-la, contemplá-la e buscar os nossos sonhos.
Nem sempre teremos o que almejamos, mas inevitavelmente, só seremos aquilo que nós queremos!

A vida é povoada de sentimentos
Alguns complicados e até inexplicáveis, mas a decisão é nossa em escolhê-los e praticá-los...
Por isso, não busque, apenas, “algum lugar para ser feliz”,
Entenda, somente, que a escolha é sua,
A magia, o encantamento e a felicidade estão bem mais próximos do que você imagina...
Não busque fora o que está dentro de você!

Em algum lugar....

 


Não Preciso De Ninguém
Autor: Antonio Pereira (Apon)

Já imaginou uma novela ou filme apenas com o protagonista? Sem atores coadjuvantes, figurantes, técnicos, figurinistas, cenógrafos... E o nosso corpo? Cada célula realiza o seu trabalho, os labores interligam-se e complementam-se, para que todo o organismo funcione. Sem a união de incontáveis gotas, não teríamos o mar, mesmo a pequenina gota inexistiria sem a congregação de moléculas, e as moléculas são o resultado de uma aliança de átomos. A vida é um confluir de forças e processos, na natureza tudo interage e correlaciona-se, dando-nos um exemplo a seguir, uma lição que temos nos recusado a aprender.
Tem gente que "se acha", coloca-se numa redoma de vaidade e ilusão, enxerga-se acima dos outros, um ser plenamente independente e intocável, senhor de todas as vontades, auto-suficiente... Infectados pela presunção orgulhosa, costumam vomitar a tola frase: "eu não preciso de ninguém!".
Todos precisam de todos, viver é interagir, o existir é feito de trocas e influências mútuas: quantas pessoas laboram, para que possamos tomar um simples café da manhã? O trabalho de quantos, foi necessário para que vistamos nossas roupas? Quantos anônimos garantem o funcionamento da cidade? Quantas gerações passaram, para que estejamos aqui? Quantas mãos foram necessárias, para que possamos usar um computador, a internet, um automóvel, uma casa mobiliada, ter dinheiro no banco, viajar, consumir? ...
A existência não é uma melodia de uma nota só, a diversidade, adequadamente estruturada, garante a harmonia da música. Não existem notas mais importantes ou menos importantes, todas tem o seu lugar, seu papel na composição.
Resta uma pergunta: existe, quem não precise de ninguém?

Clique aqui para ler mais em: Mensagens@vida.humana



--
Postado por aponarte no
Para pensar e sentir

Não preciso de ninguém

 


Alegria E Felicidade
Autor: Antonio Pereira (Apon)

Fazendo uma analogia com um precioso perfume, podemos dizer que a alegria é o frasco, felicidade é a essência nele contida. Pessoas que vivem de aparências, experimentam muitas alegrias, contentamentos que vem e vão ao sabor das circunstâncias. Tais criaturas, são como um belo e sofisticado frasco vazio, conservam apenas um resíduo de felicidade.
Um criminoso sente alegria no êxito do seu delito, um al-coólatra exulta em beber, um viciado em outras drogas ilude-se em saciar o vício, o violento compraz-se em ferir, um consumidor compulsivo busca contentamento em comprar, o egocêntrico... o egoísta... o tirano... Essas "alegrias" representam felicidade? Tais indivíduos são como vidros ocos e prestes a estilhaçar.
A felicidade independe de fatores externos e muitas vezes apesar deles, ela contrapõe a acidez dos acontecimentos. Pessoas felizes, são como frascos transbordantes de um invulgar perfume que exala, minimizando odores adversos. Pessoas meramente alegres, não passam de repositórios de uma fragrância altamente volátil que facilmente dissipa-se, cedendo aos cheiros comuns das dificuldades.
A alegria muda com os humores, a felicidade guarda uma persistente constância. A primeira, costuma sucumbir às menores contrariedades, a segunda, combate as mais agudas provações. As alegrias são companheiras de momentos, a felicidade é parceira de todas as horas. Gente feliz passa por tristezas, as outras, vi-vem-nas constantemente; quem é feliz, persegue soluções, os demais, cultivam lamentações.
Aproveite as alegrias, mas busque a felicidade.

Clique aqui para ler mais em: Mensagens@vida.humana



--
Postado por aponarte no
Para pensar e sentir

Alegria e felicidade

 


O Que É O Amor
Autor: Antonio Pereira (Apon)

Naquele work shop, estavam reunidos profissionais de diversas áreas. O auditório bem iluminado e adequadamente climatizado, atendentes diligentes e atenciosas... Sobre a mesa do palestrante, um belíssimo e vistoso vaso, com uma plantinha não tão viçosa... Em determinado momento, os assistentes foram convidados a definir o que era o amor de acordo com o ofício de cada um.
Uma professora, disse que o amor, era partilhar com os outros os conhecimentos e vivências legados pelo estudo; contribuindo assim, para a construção de uma sociedade melhor.
Um médico, disse que amor, era o alívio da dor, presente-ando a vida com uma melhor qualidade de existir.
Um artista, definiu o amor, como sendo um dos combustí-veis da inspiração, capaz de emprestar ao homem, as etéreas asas da criação.
Uma religiosa, via o amor, como o orvalho divino a miti-gar a secura dos corações, atormentados pelas idiossincrasias dos tempos modernos.
Um filósofo, enxergava o amor, como sendo a sublimação dos sentimentos humanos em sua busca do bem, numa antítese ao mal.
Após diversas definições acerca do amor, o palestrante proferiu suas considerações finais. Algumas pessoas começaram a sair, enquanto outras conversavam animadamente. Foi quando um garoto com cerca de oito anos aproximou-se da mesa, encheu um copo com água e diante do rico vaso, molhou a terra esturricada, que até então roubara o viço daquela desamada planta.

Clique aqui para ler mais em: Mensagens@vida.humana



--
Postado por aponarte no
Para pensar e sentir

O que é o amor



Ser forte é amar alguém em sillêncio

Ser forte é irradiar felicidade quando se é infeliz.

Ser forte é tentar perdoar alguém que não merece perdão.

Ser forte é esperar quando não se acredita no estranho.

Ser forte é manter-se calmo no momento de desespero.

Ser forte é demonstrar alegria quando não se sente.

Ser forte é sorrir quando se deseja chorar.

Ser forte é fazer alguém feliz quando se tem o coração em pedaços.

Ser forte é calar quando o ideal seria gritar à todos a sua angustia

Ser forte é consolar quando se precisa de consolo.

Ser forte é ter fé naquilo que não se acredita.

Por isso, mesmo diante da dura realidade e por mais difícil que a vida

possa parecer:

AME´-A E SEJA FORTE!!!!!!

LUZIANE

SER FORTE...